camp_mundo

logo_pesca

Nations Final Classification

Rank Nation Ranks Points Count Max

1 Portugal 1 + 7 + 1 + 1 = 10 20 252 142 360

2 Spain 2 + 3 + 2 + 4 = 11 16 685 148 360

3 Netherlands 3 + 4 + 4 + 2 = 13 12 393 121 463

4 France 6 + 2 + 3 + 5 = 16 11 391 120 330

5 Italy 7 + 1 + 6 + 6 = 20 11 569 123 535

6  Croácia 4 + 5 + 5 + 7 = 21 10 186 96 360

7  Irlanda 8 + 6 + 7 + 3 = 24 8 372 82 305

8  Germany 5 + 8 + 8 + 8 = 29 5 627 48 391

A Equipa portuguesa composta pelos pescadores: Henrique Jesus, Fernando Silva, Francisco Pinto, João Pacheco, David Pádua-ANG,(2º da direita para a esquerda) e Francisco Vieira, sagrou-se Campeã do Mundo de Pesca Desportiva U21, que se realizou na costa portuguesa mais concretamente na Baia de Monte Gordo em Vila Real de Santo António e Manta Rota, de 6-10-2018 a 13-10-2018.

David Pádua pescador da Associação Naval do Guadiana, já tinha participado no Campeonato do Mundo de Duplas que se realizou em Espanha-Peñiscola-Castellon de 21 a 28 de abril, fruto das excelentes performances conseguidas a nível nacional. De notar que esta participação foi feita a expensas únicas do clube, pois apesar de atempadamente solicitado o apoio da autarquia a mesma comunicou-nos a sua não comparticipação nas despesas.

A recente participação no Campeonato do Mundo de fundo surfcasting realizado de 6 a 13 de outubro, é também fruto das excelentes classificações do pescador da ANG, no escalão de sub 21 nacional.

De realçar que a Associação Naval do Guadiana, fez uma grande aposta no relançamento da modalidade, onde o clube tem enormes tradições, e contava já com um título de Vice-Campeão do Mundo na mesma modalidade em sub 16, conquistado por Nuno Roque em 2000.

Já em 2018, pescadores da Associação Naval do Guadiana, conquistaram vários títulos de realce, nomeadamente:

Ricardo Sequeira- Campeão Nacional 1ª divisão de pesca á boia

David Pádua e Acácio Correia- 3º classificados Campeonato Nacional Duplas

Campeões por equipas da Taça do Algarve

É, pois, com enorme satisfação que a ANG, vê coroado de êxito o enorme esforço feito nas modalidades náuticas de iniciação, escolas e competição quer a nível regional, nacional e ao mais alto nível, nas modalidades de vela, canoagem, pesca desportiva e motonáutica, e no desporto escolar, e assim continuará na persecução dos seus fins, apesar das dificuldades sentidas, e da falta de apoios oficiais.

Vila Real de Santo António 12 de outubro de 2018